Comece por aqui

SER CASAL S/A É UM ESTILO DE VIDA!
casalsa

 

Olá!  Nós somos Helen Caetano e o Sérgio Souza fundadores do Programa Casal S/A. Antes de mais nada queremos te agradecer MUITO por dedicar o seu TEMPO lendo nosso texto.

Você já se perguntou:

  • Como seria  sua vida se você conseguisse trabalhar sempre feliz ao lado de quem você ama?
  • Como seria se você tivesse mais tempo para o seu relacionamento íntimo e para o lazer da sua família?
  • E se o seu negócio aumentasse ainda mais os rendimentos porque você e seu cônjuge estão usando as melhores habilidades que cada um possui?
  • Se você conseguisse preparar seus filhos desde cedo para ter sucesso e honrar os os negócios da família?
  • Se você conseguisse ser referência para as pessoas ao seu redor

Se você já pensou em pelo menos uma dessas perguntas, você está no lugar certo!

A última Pesquisa Global sobre Empresas Familiares realizada pela PwC compreendeu a análise de mais de 40 países em todo o mundo. Os dados abaixo são comparativos entre a análise Global, o grupo dos BRICS e o Brasil. Dê uma olhada no cenário!

Casal SA

Em uma visão geral da pesquisa, quando se trata da profissionalização do negócio o fator é relevante para grande parte dos países, essencialmente no Brasil, representando 46% dentre as prioridades.

Essa foi a nossa grande preocupação desde o início, não é apenas uma questão de profissionalizar a questão técnica dos processos dentro do negócio, mas especialmente da postura e comportamento profissional para que todo e qualquer curso que seja feito, seja realmente colocado em prática.

Sabe aquela infinidade de cursos que a gente faz e acaba não colocando em prática? Nós também já fomos assim!

Veja como estão os planos para o futuro dos proprietários de empresas familiares em todo o mundo:

Planos Futuros

 

Administração profissional e passar a propriedade para a próxima geração são os grandes objetivos da maioria dos empresários.

Foi pensando nisso e baseados na nossa história que criamos o Projeto Casal S/A. Nosso objetivo é aumentar o resultado do seu negócio em casal e da vida íntima profissionalizando a sociedade com técnicas simples, eficientes e práticas.

Então, deixe a gente contar como é que essa história começou! E para isso vamos marcar cada parágrafo com autoria individual para que você possa entender melhor o que se passava na cabeça de cada um de nós. Combinado?

HELEN – Começamos a trabalhar juntos logo que nos casamos e durante esses 12 anos nós já tivemos tipos diferentes de sociedade. Às vezes eu só ajudava, às vezes eu era sócia mesmo, às vezes eu fui a sócia majoritária… No início e ele era o dono do negócio e eu a secretária, auxiliava nas cirurgias, lavava os instrumentais, limpava o chão. A empresa girava em torno da expertise dele e eu só ajudava naquele momento. É a época em que eu o chamava de Senhor Feudal. Depois disso eu me tornei sócia no papel, mas o negócio era dele.

Era bem legal, mas eu não queria ser vista como a secretária do Dr Sérgio, eu não queria que as pessoas perguntassem para os meus filhos, o que seus pais fazem e um dissesse o meu pai é dentista e a minha mãe a secretária dele. Naquele momento não tinha ninguém que me ajudasse a descobrir como eu poderia me tornar por exemplo a administradora do consultório e expandir esse negócio e que o meu trabalho fosse reconhecido como importante também.

SÉRGIO – As pessoas viviam dizendo que se a gente continuasse trabalhando juntos nosso casamento ia por água abaixo, mas esse não era o problema. A gente nunca imaginava que poderíamos cair na mesmice porque a gente dava muito certo, nunca brigava. Desde o namoro participamos de grupos de jovens e casais da igreja que nos ajudavam com espiritualidade conjugal…

HELEN – a não ser pelo fato de que eu queria uma profissão que eu pudesse ter mais autonomia, sem ter que ficar dependendo do marido.

Dai eu corri atras, fiz faculdade e em 2008 eu passei em concurso público, em 2009 eu passei no mestrado na UnB, virei professora universitária, e estava sendo muito bem reconhecida, tendo autonomia profissional, conhecendo cerca de 200 pessoas novas todo semestre, fiz toda a formação em coaching e em 2013 passei no doutorado, vivia viajando fazendo formações pelo Brasil. Foi lindo!

SÉRGIO – Do meu lado eu estava acostumado com a presença da Helen 24h por dia e acabei não me dando conta de que eu tinha me acomodado com a situação. Pra mim estava tudo normal, mas quando eu acordei ela estava ganhando muito bem profissionalmente, bem resolvida, linda, cheia de oportunidades e eu fiquei perdido! Foi como se eu tivesse parado no tempo e ela evoluído. Pela primeira vez na vida eu senti ciúmes dela…. muitas vezes nós nos sabotávamos sem perceber e até mesmo por amor ou egoísmo, porque eu não queria ver a Helen crescer tanto, assim ela não ia mais precisar de mim e eu corria um sério risco de perdê-la. Eu tinha duas opções: ou desistir e jogar fora todos os anos juntos, ou reconhecer que nós fracassamos na nossa comunicação, na partilha dos nossos sonhos e propósito juntos.

HELEN – Ual… a gente estava parado em uma encruzilhada e o próximo passo era decisivo.

Foi ai que eu quis insistir e tive a ideia de abrir nossa segunda empresa, e agora o Sérgio que era eu sócio. Aquele momento foi mágico porque eu tinha um espaço para eu mandar, pra eu mostrar o meu trabalho. Na ocasião nós tinhamos duas empresas. Eu era sócia dele na empresa de odontologia e ele era meu sócio na empresa de educação. Nós procuramos ajuda na linha espiritual, sexual, mas faltava alguma coisa pra encaixar bem as peças.

SÉRGIO – Foi então que a gente começou a refletir sobre as questões que nos afastaram mesmo morando debaixo do mesmo teto. A Helen costumava viajar muito sozinha por causa de trabalho e dos estudos. A gente trabalhava cerca de 12h por dia na nossa empresa e em outros locais. Eu saia 6h da manhã e voltava por volta de 7h da noite e a Helen começava umas 09h e ia até às 11h da noite. A gente não tinha tempo suficiente para os filhos (levar e buscar na escolar, natação, futebol, etc) não tinha tempo para cuidar da nossa relação íntima (o que deixava a gente ainda mais irritado), e vivíamos ralando muito, fazendo trabalhos de muita qualidade e não tendo tempo para nossos projetos de vida mesmo, pra nossa família.

HELEN – Nesta época, ao fazer o curso de coaching, nós começamos a estudar comportamento humano, comportamento das pessoas de sucesso e empreendedorismo e foi nesse momento que nós descobrimos onde é que a gente estava errando. Nós estávamos atirando super bem, mas não estava mirando no mesmo alvo, era tiro pra tudo quanto é lado. Eram duas super promessas que não estavam alinhadas em um mesmo foco.

SÉRGIO – Nós buscamos entre as nossas profissões uma forma de realizar o nosso sonho e o nosso maior sonho em comum era ter uma família feliz.  Pra gente não tem preço que pague. Na época nós começamos a fazer cursos em várias áreas como PNL, Coaching, Psicanálise, Empreendedorismo, Sexualidade, Produtividade… E foi assim que a gente criou o CASAL S/A e nós começamos a testar conosco para saber se realmente ia dar certo.

HELEN – Foi com o CASAL S/A que descobrimos que a nossa empresa poderia crescer muito mais se a gente conseguisse agir como profissional, organizando melhor o nosso tempo, sem misturar picuinhas de casa no nosso trabalho e vice versa. Isso garantiu pra gente muito mais qualidade de vida íntima a gente começou a usar essas estratégias para alavancar tanto a empresa como a nossa vida conjugal, discutindo coisas que às vezes a gente deixava pra lá, mas que a gente já tinha tido a experiência do fracasso e aquela dor a gente não queria mais.  Foi assim que a gente salvou nosso casamento e expandiu o nosso negócio!

SÉRGIO – É quase que aquele ditado de que depois da tempestade vem a bonança. E a gente começou a fazer vários atendimentos em empresas familiares com coaching e vários outros casais começaram a ter muito mais resultados por meio dessas técnicas também! Sem contar no nosso faturamento. Quando a gente uniu de verdade nossas forças a gente descobriu que o céu era o limite. Com  as técnicas do CASAL S/A nós assumimos a responsabilidade de colocar todos os nossos talentos em prol do nosso propósito de vida juntos e os resultados foram fantásticos!

HELEN – E o melhor foi que a gente começou a ter tempo pra fazer muito mais coisas, expandindo tanto nossos negócios como também nosso tempo de lazer juntos. Agora eu tinha tempo pra cozinhar em família, receber amigos em casa já que eu estava em casa todas as noites, tempo pra fazer uma caminhada com as crianças, pra correr com o Sérgio, pra andar de bicicleta, tempo pra viajar em família!

SÉRGIO – Foi a sensação de eu havia feito a escolha certa!  A gente fazia a maioria das refeições juntos e eu podia me dar ao luxo de jogar futebol com o Sávio e a nadar com o Heitor e aquilo era realmente o que me preenchia enquanto pessoa. Uall.. a gente teve tempo até pra voltar a sonhar e fazer planos para o futuro em família.

Bom.. é isso! E se você também quer compartilhar conosco a sua história, escreva para nós: contato@casalsa.com.br

Vai ser um privilégio conhecer mais sobre vocês!

Ah.. e deixe seu comentário abaixo sobre o que achou, combinado?